Museu Nacional de Bellas Artes

Museu Nacional de Bellas Artes

Atualizado em

O Museu Nacional de Bellas Artes é um dos lugares que não pode faltar no seu roteiro, além de ser lindo, abrigar diferentes exposições e a entrada é gratuita. O que sempre deixa nós turistas bem felizes, afinal quem não gosta de ter acesso a cultura gratuitamente.

 

Conhecendo a história do museu

 

O Museu Nacional de Bellas Artes  foi criado em  1880, como forma de comemorar  o primeiro centenário da independência. Também tinha como objetivo de reunir obras que estavam espalhadas pelos órgãos públicos chilenos, como:  Municipalidade de Santiago Universidade do Chile e Biblioteca Nacional; sendo chamado inicialmente de  “Museo de Pinturas”.

 

Após sete anos mudaram o nome para Museu Nacional de Bellas Artes como é conhecido atualmente. Em maio de 1905, escolheram o projeto do arquiteto franco-chileno Emile Jéquier para dar vida ao museu. O prédio possui  estilo neoclássico, com detalhes próprios do estilo art nouveau, o projeto da fachada e da organização interna foi inspirada no  Petit Palais de Paris.

 

A criação do acervo

 

Durante o período de construção do museu a administração do mesmo convidou diversos países a disponibilizar obras de arte com vistas à realização de uma grande exposição de arte internacional.  O legal que as doações superaram as expectativas, com isso o projeto teve que ampliar a área expositiva, como a opção por utilizar painéis móveis e a habilitação dos ateliês no edifício anexo da Escola de Belas Artes (atual sede do Museu de Arte Contemporânea).

 

As conquistas do Museu

 

No  século XX o museu foi considerado  Monumento Nacional contando hoje com mais de 5.000 peças em seu acervo. Durante todos esses anos o museu passou por diversos diretores e por algumas reformas até chegar aos dias de hoje, em 1981, com recursos privados, o museu inaugurou uma sala audiovisual que hoje conta com aproximadamente 100 000 volumes.

 

O fechamento do museu

 

Mas em março de 1985 o museu teve um grande abalo causado por   terremoto trazendo alguns danos ao edifício relatado através de um laudo feito por engenheiros após o terremoto. O documento  concluiu que era necessário reforçar estruturalmente o edifício como primeira medida e fechá-lo ao público enquanto se realizavam as obras de reforma.  A obra durou cerca  três anos e durante esse período permaneceu fechado.

 

A reabertura do Museu e a Fundación de Bellas Artes

 

Durante o período de reforma, foi criada a Fundación de Bellas Artes, com o propósito de arrecadar recursos junto à iniciativa privada para custear as despesas pela reforma do museu; terminada a obra a fundação passou a ser responsável pela a arrecadação de custos para exposições temporárias.

 

As obras importantes do acervo

 

Agora vamos falar um pouco sobre a nossa visita e as obras importantes que estão nesse acervo.

 

As obras do hall de entrada

Logo quando entramos no  Museu Nacional de Bellas nos deparamos com um holl   com  belíssimas estátuas de mármore criadas  por artistas nacionais e internacionais.

 

No segundo andar

Nós outros andares conhecemos várias  pinturas à óleo com diversos temas, influências e escolas.

 

As obras de José Gil de Castro (o Mulato Gil)

O museu abriga o famoso  retrato  do Libertador Bernardo O´Higgins elaborados pelo pintor José Gil de Castro (o Mulato Gil), nascido em Perú e depois radicado no Chile.

 

As pinturas de Israel Roa

Gostamos muito de conhecer as obras do pintor chileno Israel Roa, ele foi ganhador de vários prêmios e até hoje  influencia as futuras gerações de artistas no país.

 

As obras internacionais

O museu abriga obras de diferentes países; existem por exemplos  desenhos italianos que datam do século XV- XVII, um vasto número de pinturas espanholas, assim como esculturas africanas.

As fotografias

E para quem ama fotografia como a gente, o museu abriga também várias exposições de fotográficas. Nem preciso dizer que foi uma das partes que mais amamos na visita.

 

Quanto tempo dura a visita

 

Vocês devem gastar nessa visita de 40 minutos a 2 horas. Claro que cada viajante tem seu tempo para conhecer, e apreciar as obras de artes, mas gosto de dar uma estimativa pois acredito que ajuda na hora de montar seu roteiro.

 

Para os que adoram conhecer mais a fundo sobre as obras o museu oferece visitas guiadas em espanhol gratuitas que duram em torno de 45 minutos conforme os horários a seguir:

De terça à sexta às 10:30, 11:30, 12:30, 15:30 e 16:30. Nos sábados e domingos há um tour adicional começando às 17:30.

A visita guiada é  uma opção bem legal para saber detalhes sobre as principais obras do acervo.

 

Horário de funcionamento

 

É importante lembrar que o museu fecha para manutenção todas as segundas-feiras do ano, e nos feriados nacionais chilenos nos demais dias inicia suas atividades às 10 horas e encerrando às 18:45.

 

Dicas

 

– Não é permitido filmar ou tirar fotos a não ser no foyer principal do museu.

– Também não é permitido entrar no museu com bolsas e mochilas. Todos seus pertences devem ser alojados em armários localizados na entrada do museu. Para isso separe uma moeda de 100 pesos. Quando você retirar seus pertences, a moeda é devolvida, então, atenção.
O custo para utilizar o armário é de 100 pesos, ou seja, é bem baratinho para conhecer lindas obras de artes.

– Vale a pena incluir no seu roteiro outros pontos importantes que ficam bem perto do museu. Você pode aproveitar e conhecer o GAM, o bairro de Lastarria, o Parque Forestal, o Cerro Santa Lúcia, e ainda pode experimentar os sanduíches do Bufallo Waffles e o mundialmente famoso sorvete do Empório La Rosa.

 

Localização

 

O Museu Nacional de Bellas Artes está localizado na rua José Miguel de La Barra 650, Santiago. Ele fica no Parque Forestal bem no Centro de Santiago as margens do Rio Mapocho.

Texto e fotos: Ana Beatriz Bolognese.

 

Posts Relacionados:

Ep. 17 – That´s All Folks – Temporada 2018
07 jun 2019

Ep. 17 – That´s All Folks – Temporada 2018

Depois de 17 dias, chegou o final da nossa ventura.
Leia Mais
Ep. 16 – Turistando em Santiago Parte 02 – Temporada 2018
07 jun 2019

Ep. 16 – Turistando em Santiago Parte 02 – Temporada 2018

Mais um dia de passeio por Santiago. Tempo feio e frio, mas aproveitamos bastante.
Leia Mais
Ep. 15 – Turistando em Santiago Parte 01 – Temporada 2018
07 jun 2019

Ep. 15 – Turistando em Santiago Parte 01 – Temporada 2018

Tiramos o dia para passear por Santiago, já que por quase toda viagem estivemos em outras cidades.
Leia Mais

Economize agora!

Aproveite esta oportunidade e faça suas reservas com nossos parceiros. Buscamos os melhores em sua área para facilitar o planejamento da sua viagem e  você ainda ajuda a manutenção do blog sem custo adicional por isso.

Já fez seu seguro viagem? Ainda não, então faça aqui com desconto! Clique aqui e faça um comparativo para ter acesso melhores ofertas de seguro viagem do mercado com a Seguros Promo. Use o cupom CHILEALACARTE e ganhe descontos! Faça já uma cotação!

Ainda não tem aonde ficar? Reserve agora seu hotel, hostel ou apart hotel no BookingClique aqui e reserve agora sua estadia com o melhor preço. Várias opções com cancelamento grátis! O Booking ainda oferece o melhor preço garantido. Aproveite.

Quer alugar um carro? Alugue aqui com a RentCars! Compare os melhores preços em mais de 100 locadoras de veículos. Clique aqui e alugue carro com o melhor preço.

Fazer Comentário

Siga Nosso Instagram @chilealacarte