Santiago: Pablo Neruda e a “La Chascona”

Atualizado em

Em Bellavista, encontrou um terreno aos pés do Cerro San Cristóbal aonde construiu a La Chascona.

Pablo Neruda começou a construir uma casa em Santiago em 1953, para Matilde Urrutia, seu amor secreto da época. Em sua homenagem, ele nomeou-a “La Chascona”, que era o apelido que ele deu a ela por causa de seu abundante cabelo avermelhado.

 

Fazendo um passeio a pé pelo bairro que hoje é chamado Bellavista, Pablo e Matilde encontraram um terreno à venda no sopé do Cerro San Cristóbal. Estava coberto de arbustos e tinha uma encosta íngreme. A construção foi confiada ao arquiteto catalão Germán Rodríguez Arias. Quando viu o terreno tão íngreme, previu que os habitantes da casa seriam condenados a subir e descer escadas. Projetou a casa orientada para o sol, o que significava uma visão da cidade. Mas Neruda queria uma visão da cordilheira, então ele virou a casa no mapa. Esta não foi a única intervenção do poeta. Ele trouxe troncos de cipreste para a sala do sul, ele pessoalmente cuidou de procurar madeira e outros materiais, discutiu e modificou detalhes. Germán Rodríguez teve que admitir que a casa acabou sendo mais uma criação de Neruda que dele.

 

Em fevereiro de 1955, Neruda se separa de Delia del Carril e se muda para morar em “La Chascona”. A casa continuava a crescer com a adição de uma cozinha e sala de jantar. Mais tarde, o bar e a biblioteca foram construídos. O arquiteto Carlos Martner foi comissionado em 1958 para as últimas extensões. Então Rodriguez Arias já havia retornado para a Europa.

 

Em “La Chascona” são preservados entre outras coleções, uma interessante galeria de arte, com obras de pintores chilenos e estrangeiros de todos os tempos. Há também uma coleção de esculturas africanas em madeira e outra coleção de móveis e objetos do designer Piero Fornasetti. Claro que também há atmosferas de Neruda, como sua sala de jantar, com as louças e talheres originais.

 

A Casa Museu La Chascona, possui um sistema de áudio-guia. Este novo sistema, incluído na taxa de admissão, está disponível em inglês, francês, português, alemão, italiano e espanhol. Sua visita não requer reserva prévia. A entrada é feita por ordem de chegada.

 

Endereço:Rua Fernando Márquez de La Plata 192, Providencia.

Você poderá chegar facilmente pegando o metrô até a estação Baquedano e caminhando até o local.

Texto: Traduzido e adaptado de Casa Museo La Chascona por Mauricio Bolognese e Ana Beatriz Bolognese.
Fotos: Mauricio Bolognese

 

Posts Relacionados:

Museu Nacional de Bellas Artes
23 jun 2019

Museu Nacional de Bellas Artes

O Museu Nacional de Bellas Artes é um dos lugares que não pode faltar no seu roteiro.
Leia Mais
Isla Negra: Pablo Neruda e a casa de Isla Negra
13 abr 2018

Isla Negra: Pablo Neruda e a casa de Isla Negra

Isla Negra é um compêndio visual e material do imaginário poético de Neruda.
Leia Mais
Valparaiso: Pablo Neruda e a “La Sebastiana”
13 abr 2018

Valparaiso: Pablo Neruda e a “La Sebastiana”

Depois de muita procura, Neruda encontrou o que veio a ser a La Sebastiana, sua residência em Valparaíso.
Leia Mais

 

Economize agora!

Aproveite esta oportunidade e faça suas reservas com nossos parceiros. Buscamos os melhores em sua área para facilitar o planejamento da sua viagem e  você ainda ajuda a manutenção do blog sem custo adicional por isso.

Já fez seu seguro viagem? Ainda não, então faça aqui com desconto! Clique aqui e faça um comparativo para ter acesso melhores ofertas de seguro viagem do mercado com a Seguros Promo. Use o cupom CHILEALACARTE e ganhe descontos! Faça já uma cotação!

Ainda não tem aonde ficar? Reserve agora seu hotel, hostel ou apart hotel no BookingClique aqui e reserve agora sua estadia com o melhor preço. Várias opções com cancelamento grátis! O Booking ainda oferece o melhor preço garantido. Aproveite.

Quer alugar um carro? Alugue aqui com a RentCars! Compare os melhores preços em mais de 100 locadoras de veículos. Clique aqui e alugue carro com o melhor preço.

Fazer Comentário

Siga Nosso Instagram @chilealacarte